HISTÓRIA

Situada em pleno coração da Floresta da Tijuca, a maior área verde em perímetro urbano no mundo, em São Conrado, a CASA DAS CANOAS com seus 12.000m² é o exemplo da mais requintada arquitetura colonial brasileira.  
Ao cruzar seus portões, o visitante sente-se transportado para o Rio de Janeiro antigo, onde a presença decisiva da natureza serve de cenário perfeito para a convivência entre as pessoas e a celebração de datas especiais. 

 

Além do espetáculo mágico desta natureza exuberante, a CASA DAS CANOAS faz parte da história do bairro e da cidade.  Seu terreno pertencia, no século passado, a uma fazenda cafeeira de propriedade do Comendador Conrado Jacob Niemeyer.  Proprietário de quase todas as terras da região, construiu, com recursos próprios, o caminho ligando as Praias do Vidigal à antiga Praia da Gávea.  
 

Essa estrada, atualmente conhecida como Avenida Niemeyer, foi por ele doada à cidade em outubro de 1916 e constitui uma das principais vias de ligação entre a Zona Sul e São Conrado.
Foi também o Comendador quem se encarregou da edificação da única Igreja deste bairro, doando na época uma imagem de São Conrado trazida da Alemanha.  Esta imagem foi a responsável pelo nome do bairro e pode ser admirada no interior da Igreja.

 

Em propriedade de descendentes do Comendador Niemeyer, a CASA DAS CANOAS é parte da memória viva do Rio de Janeiro.

 

Assista ao nosso vídeo de memórias.